Lâmpadas

De três a cinco anos é a durabilidade de uma lâmpada de mercúrio, ou aproximadamente 20.000 horas de uso sob condições normais. Muitos elementos que são utilizados nas lâmpadas podem causar algum dano no meio ambiente, entre eles: mercúrio, cádmio, estrôncio, antimônio, sódio, bário, índio, vanádio, chumbo, tálio, ítrio e outros mais.

O mais seguro para se tratar com as lâmpadas fluorescentes é a reciclagem, pois ajuda a não danificar o meio ambiente e reaproveita alguns elementos dela, separando as substancias tóxicas dos componentes para que sejam utilizados como matéria prima na fabricação de outros produtos.

Existem diversas tecnologias para a reciclagem de lâmpadas, passando pela fase do esmagamento das lâmpadas e a fase de destilação de mercúrio, as mais usadas são através do processo de separação centrífuga, Kapp, processo de lavagem de vidros quebrados e processo Shredder.

O descarte das lâmpadas deve ser feito com consciência, procurando qual forma de levar o produto corretamente até o local e qual o local correto para ser entregue o produto. Não descarte este tipo de material em lixo comum, procure sempre um local adequado para ser realizado o descarte.